Tudo que você precisa saber sobre o IPVA

Tudo que você precisa saber sobre o IPVA

13 janeiro 2022
Tudo que você precisa saber sobre o IPVA

Nesse artigo esclareceremos todas as suas dúvidas sobre o IPVA para que você já comece o ano preparado.

O IPVA é um dos custos de quem possui um veículo e o mesmo deve ser pago anualmente. Falaremos aqui também qual a melhor forma de pagá-lo, o que acontece em caso de pagamento em atraso, entre outras coisas importantes para evitar a inadimplência.

 

O que é e para que serve o IPVA?

IPVA é a sigla para Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Esse imposto é cobrado ano a ano e distribuído entre o Estado, Município e o Governo Federal.

50% do valor vai para o município onde o veículo foi licenciado e os outros 50% segue para cofres públicos e é aplicado em projetos das áreas de saúde, educação e de mobilidade.

Para fazer o cálculo do IPVA o Estado leva em consideração o preço de venda do veículo e cobra sobre esse uma taxa que varia de 1,5% a 4% do valor total dele. E para saber sobre esse preço de venda é usada a tabela da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

 

Como ver o valor do IPVA

Para saber como calcular IPVA é necessário que você possua o número do Renavam do veículo. Em seguida, basta dirigir-se a um agente arrecadador autorizado como o Bradesco, Banco do Brasil, nas lotéricas, etc.

Nos terminais de autoatendimento, nas agências ou mesmo pelo site da instituição bancária é possível fazer a consulta. Ali há então como calcular IPVA.

Para mais informações sobre o valor, faça uma consulta na Secretaria da Fazenda do seu município.

 

IPVA: o que acontece se não for pago?

Em caso de não pagamento, incidirão juros e multas sobre o valor e isso pode te fazer ficar inadimplente. E o Governo não perdoa a dívida e nem mesmo concede descontos para o pagamento do IPVA.

 

Perdeu a data de pagamento? Saiba o que fazer

Se você perdeu a data de pagamento do IPVA, o que deve fazer agora é gerar um boleto para quitar o valor total. Não é mais possível parcelar o seu IPVA.

O sistema utilizado para a cobrança desse imposto considera as placas dos veículos, sendo as que terminam com o número 1 são as primeiras e segue-se essa ordem.

Mas se você pagou a primeira parcela em janeiro, contudo atrasou na segunda, o que deve fazer é quitar esse restante todo de uma vez.

No caso de não ter pago nem a primeira e nem a segunda, então o valor fica em aberto e incidem juros diários de 0,33% sobre o valor total e mais juros de mora usando como referência a Selic, mas o limite não pode ultrapassar os 20%.

Se a situação não for resolvida, ou seja, se a dívida não for paga, então o dono do veículo pode ter seu CPF inserido na lista de restrição.

 

É preciso pagar os IPVAs atrasados antes de pagar o do ano vigente?

Não é necessário pagar o IPVA atrasado para quitar o atual. Contudo, para receber o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV que é entregue pelo DETRAN comprovando o licenciamento do veículo, é necessário que essas dívidas estejam todas quitadas. 

Esse documento é exigido quando há policiamento em ruas e rodovias.

Gostou das dicas? Continue acompanhando nossas atualizações para ficar por dentro das novidades e receber mais conteúdo assim.

Deixe seu comentário

Assine nossa newsletter

Recebe novidade e ofertas imperdíveis diretamente no seu email.